mulheres pelo mundo

Mulheres pelo mundo: impressões, vivências e aprendizados

Confira tudo que rolou no evento virtual 

 

No dia 30 de março, o Cultural promoveu o evento “Mulheres pelo mundo: impressões, vivências e aprendizados”. O encontro virtual apresentou relatos de duas mulheres que vivem como estrangeiras no Brasil e nos Estados Unidos. O evento aconteceu através da plataforma Zoom. As convidadas para falar sobre o assunto foram Larissa Migotto e Jennifer Denhard, que abordaram as transformações pessoais e desafios que a mudança de país proporcionou. O bate-papo foi mediado por Neusa Matte.

Compartilhando experiências

Ex-aluna do programa Access, Larissa Migotto é porto-alegrense e mora há quase dois anos nos Estados Unidos. Ela faz mestrado na University of Illinois Urbana-Champaign, localizada na Região Centro-Oeste dos Estados Unidos. Champaign, pequena cidade de Illinois, é conhecida por ser um polo universitário, reunindo estudantes do mundo inteiro. Para Larissa, a experiência de estudar e morar na cidade tem sido muito rica pelo intercâmbio cultural com estudantes de outros países. Acompanhada de um chimarrão, Larissa falou durante o evento sobre suas experiências no país estrangeiro e sobre as transformações pessoais que aconteceram nesse tempo no exterior. 

Nascida em Baltimore, estado de Maryland, região do Médio Atlântico dos Estados Unidos, Jennifer Denhard mora no Brasil há anos. No entanto, ela já passou por diversos países, como Guatemala, Índia, Hungria, Panamá e Espanha. “Quando eu tinha três anos, vi um avião e perguntei: “Onde está indo?”. E minha mãe falou: “Se você ficar muito tempo em um avião, você vai chegar onde as pessoas falam outra língua, comem comidas que você nunca imaginou, usam roupas diferentes, o horário vai ser diferente”. A partir disso, eu fiquei alucinada com essa ideia de viajar, era mágico para mim”, contou Jennifer durante o evento. 

Desde criança, Jennifer já sonhava em viajar pelo mundo, mas sua primeira oportunidade de morar no exterior veio quando estava na universidade, passando um ano na Espanha. A partir disso, Jennifer não parou mais. Ela comentou durante o evento que se tornou difícil se acostumar novamente ao país de origem depois de tantas experiências em outros lugares do mundo. “Tem lugares que batem mais com o seu espírito e que trazem à tona mais aspectos da sua personalidade”, explicou Jennifer. 

Para quem quiser conferir tudo o que foi abordado no evento, é possível acessar a gravação aqui. O evento deu o pontapé inicial ao curso “Personagens Femininas da Literatura Norte-Americana”. O curso será ofertado pelo Cultural nos próximos meses. Para mais informações, acompanhe nossas redes sociais e não perca nenhum evento ou novidade do Cultural!

 

Já conhece o nosso perfil no Instagram? Siga e fique por dentro da cultura e língua americana.

Cultural
secretaria@cultural.org.br
Sem comentários

Poste um Comentário