English Access: 10 anos dando oportunidade ao aprendizado

“Ver e acompanhar o crescimento deles como pessoas, fazer parte dessa transformação do adolescente, não tem preço” – Natália Matte, professora do programa English Access e coordenadora acadêmica do Instituto Cultural

 

O English Access é um programa desenvolvido pelo Departamento de Estado Norte Americano e que em parceria com o Instituto Cultural oferece bolsas de estudo de inglês para jovens de baixa renda. Conversamos com Natalia Matte sobre os 10 anos do programa e de sua grande importância na formação dos alunos.

“Eu comecei no Access por 2010 lecionando e também fui coordenadora por três ou quatro anos durante esse período. Mas estou envolvida já faz quase uns dez anos. Aqui em Porto Alegre, somente o Cultural, por ser um centro binacional, oferece esse programa. Ele é realizado em parceria com a Embaixada Americana”, afirma Natalia.

O English Access, em sua essência, é um programa de ensino de língua inglesa, mas que além disso, também está cercado de muitos outros ensinamentos que vão contribuir para o crescimento e amadurecimento de adolescentes.

“O próprio nome já diz, não é simplesmente uma aula de inglês, é um programa complexo. Ele é composto por aproximadamente 360 horas, que são divididas em dois anos. E durante esse tempo, são abordados temas como cultura, história, um pouco de literatura, a gente também aborda diversos assuntos como liderança, assuntos diários e problemas gerais, atividades de capacitação. Tudo isso para fortalecer também a personalidade dos adolescentes”.

 

Leia também:

– A importância do teste de proficiência para estudar nos Estados Unidos

– 6 costumes americanos estranhos para nós

– Conhece as diferenças entre o inglês americano e o britânico?

 

Essa proposta de ser mais do que um curso de inglês impulsiona o English Access a um patamar de grande importância na formação de seus alunos. Natalia confessa que é suspeita a falar devido ao tempo dedicado ao programa, deixando claro o grande orgulho que sente por fazer parte desses 10 anos de história.

“Ali na frente pode ser aquele diferencial de inserção em um mercado de trabalho mais qualificado. É um programa absolutamente capaz de transformar a realidade desses adolescentes, de ajudá-los a extrair o que há de melhor dentro deles”.

Além do ensino proposto pelo Access, Natalia comenta sobre a troca de experiências entre alunos e professor. O convívio é intenso, pois são aproximadamente cinco horas semanais de aula que os alunos têm ao longo de dois anos. Logo, o vínculo que se cria é fundamental para o desenvolvimento dos adolescentes. “A gente acaba se identificado com eles, ficando amigo deles. E isso gera neles, às vezes, um bem-estar que fora dali eles não encontram, até no próprio colégio. Eu tenho até um depoimento que um aluno me escreveu no ano passado, na última formatura, em que ele me agradecia por ter tornado ele uma pessoa melhor. Fazer parte dessa transformação do adolescente não tem preço”.

Depoimento de um ex-aluno

Hoje Guilherme Lima tem 20 anos e foi aprovado para Psicologia na UFRGS. Ele fez parte do programa entre 2012 e 2013 e é um dos exemplos que Natália dá de alunos que cresceram com o English Access. O tipo de ensino oferecido pelo programa permite novas experiências e oportunidades aos jovens:

“Toda a ideia do Programa Access é muito bonita. Durante os dois anos que estudei no Cultural, ganhei, além da oportunidade de estudar inglês, uma imersão na cultura estadunidense e grande desenvolvimento pessoal. Foi uma imensa oportunidade para mim, um estudante latino de baixa renda, conseguir estudar a língua inglesa, a língua da globalização. Vivi muitas coisas maravilhosas, porém, de longe a mais marcante foi a viagem que fiz para Salvador pelo Access Camp, nunca esquecerei o tempo que passei lá, conheci muitos amigos que levo na memória e sou infinitamente grato por ter participado do Access”.

O English Access é dedicado a jovens da rede pública, entre 13 e 16 anos e que tenham baixa renda comprovada. Venha fazer parte também desses dez anos de história e cresça junto conosco. Para mais informações sobre como se matricular, acesse a página do programa e entre em contato.

 

Cultural
secretaria@cultural.org.br
Sem comentários

Poste um Comentário