Área 51: 10 curiosidades sobre a base ultrassecreta dos EUA

OVNI’S, espaçonaves e estudos em corpos de alienígenas são boatos mundialmente conhecidos sobre a base

Recentemente, um evento no Facebook se tornou uma febre mundial na internet. Ele convida as pessoas a invadirem a Área 51, no Estado de Nevada, Estados Unidos. Milhares de pessoas já confirmaram presença no evento, que obviamente não passa de uma piada. Seguindo essa onda, perguntamos: você conhece detalhes sobre a Área 51?

O evento, chamado “Storm Area 51, They Can’t Stop All of Us”, chama as pessoas a invadirem a base no dia 20 de setembro desse ano (se você quer ir, ainda dá tempo de se programar!). A intenção é confirmar a teoria conspiratória de que o governo dos Estados Unidos está conduzindo testes com espaçonaves e alienígenas.

Diante de todo esse engajamento, e se você decidir ir, separamos dez fatos sobre a Área 51 para você se preparar. Ou leia somente por curiosidade mesmo.

 

10 curiosidades

 

  • Área 51 não é o seu nome oficial. Na verdade, o local é chamado “Nevada Test and Training Range”. Atualmente é utilizada para treinamentos da Força Aérea dos Estados Unidos;

 

  • Não há uma versão oficial sobre o nome Área 51. Os boatos é de que a CIA sempre utilizou codinomes para se referir a agentes ou operações altamente confidenciais que eles queriam manter em segredo;

 

  • Apesar de ter sido criada em 1955, foi somente em 2013 que a Área 51 foi publicamente reconhecida pela CIA como uma base militar secreta dos Estados Unidos;

 

  • Internamente, também já foi chamada de “Paradise Ranch”, “Watertown” e “Dreamland” para tornar o lugar mais atrativo para quem trabalhasse lá;

 

  • A Área 51 é totalmente restrita ao público. Para garantir a segurança, guardas armados fazem ronda no perímetro. E é impossível se aproximar pelo espaço aéreo, pois é preciso ter a permissão do controle de tráfego;

 

  • Se você tiver a brilhante ideia de tentar ultrapassar os limites permitidos, pode ser preso por seis meses ou levar uma multa de mais de mil dólares, ou até as duas coisas ao mesmo tempo;

 

  • Em pesquisa feita em 2019, ficou constatado que 54% dos adultos norte-americanos acreditam que o governo sabe mais do que informe sobre OVNIs, 27% diz que é improvável e 19% não opinou;

 

  • Os boatos de que a Área 51 está ligada a extraterrestres surgiu primeiramente quando Bob Lazar, em 1989, afirmou que trabalhou na base em uma espaçonave e que viu fotos de uma autópsia feita em um alienígena. As teorias conspiratórias ganharam ainda mais seguidores quando o programa de TV The X-Files (Arquivo X) abordou o assunto;

 

  • As “aparições” de objetos estranhos na Área 51 ao longo da história nunca foram abertamente comentados justamente porque a base precisava manter segredo sobre o que acontecia lá. Muitas das estranhas aparições no céu eram de voos testes dos aviões espiões U-2;

 

  • Na corrida presidencial de 2016, Hillary Clinton disse que gostaria de tornar públicos mais documentos da Área 51. Ela disse: “I would like us to go into those files and hopefully make as much of that public as possible. If there’s nothing there, let’s tell people there’s nothing there”.

 

Cultural
secretaria@cultural.org.br
Sem comentários

Poste um Comentário