ovo frito e bacon americanos

6 costumes americanos estranhos para nós

Bacon no café da manhã e autoatendimento em posto de gasolina não são coisas que vemos somente nos filmes americanos. Conheça esses e outros hábitos americanos comuns na terra do Tio Sam

 

Já se perguntou de onde vem o nosso forte consumo da cultura norte-americana?

Foi na época da pós-guerra, décadas de 50 e 60, com o surgimento para o mundo do chamado “american dream”. É quando a cultura de exportação chega ao Brasil, mais precisamente na Era Vargas, e há uma aproximação com a cultura norte-americana. Também é a época da vinda de Walt Disney para o país, a criação de Zé Carioca, Carmem Miranda, Elvis, Rock a Billie, cultura jovem em geral.

Quando pensamos no “american way of life”, na maioria das vezes nos vêm à cabeça as famosas redes de fast food, a potência do cinema, cantores e atores mundialmente famosos. Importamos tudo isso, é verdade. Mas já teve curiosidade sobre costumes praticados na terra do Tio Sam e que não chegaram (pelo menos ainda) até nós? Eis alguns deles:

 

1 – Café da manhã

Enquanto por aqui estamos aos poucos adotando uma consciência de alimentação mais saudável, lá nos Estados Unidos o costume ainda é de ter um café da manhã bastante calórico. Em geral, eles consomem bacon, ovos mexidos e bastante cream cheese. Mas não é todos os dias e também não se pode generalizar, embora seja um costume forte.

 

2 – Estudos

Não confunda “college” com colégio, que por lá se diz “school”. College é a nossa faculdade, e conforme a cultura dos norte-americanos, é comum os filhos saírem de casa ao ingressarem em um curso superior. Isso ocorre porque na maioria das vezes os alunos ingressam em Universidades distantes de casa, tanto em outras cidades quanto em outros Estados.

 

3 – Patriotismo

Não significa que no Brasil não tenhamos, mas os norte-americanos deixam bem claro para o mundo todo o quanto são patriotas, reverenciando datas como “Memorial Day”, em homenagem aos soldados mortos em guerras; o “Veterans Day”, em homenagem aos veteranos de guerra; e também o “Independance Day”, data essa que aparece com frequência em filmes. E se você estiver pelas ruas de lá e ouvir alguém dizer “thank you for your services”, pode ter certeza de que é um agradecimento a um veterano de guerra.

 

4 – Leve o que não conseguir comer

Normalmente os restaurantes servem muito e acaba sobrando comida nos pratos. Lá é costume, inclusive nos ambientes mais finos, o cliente levar a sobra para casa. Eles já são equipados com pratos ou marmitas descartáveis justamente para isso. Basta pedir por uma “doggie bag”.

 

5 – Gorjetas (tips)

Mais do que comum, chega a ser um ato de educação e respeito. Não dar gorjetas é considerado “feio” por lá. Normalmente se paga 10% do serviço prestado por motoristas de táxis, ônibus e garçons. Esses últimos, inclusive, dependem bastante de gorjetas para terem um bom salário no fim do mês.

 

6 – Posto de gasolina

Esse é bacana e vemos muito nos filmes. Lá não tem frentista para abastecer o seu carro, você é o responsável para tal. As bombas são equipadas para pagamentos com cartão, ou se você for usar dinheiro, basta ir ao caixa informar o número da bomba, pagar e abastecer quando a bomba liberar a quantidade certa de gasolina.

Desde a década de 30 o Instituto Cultural abre espaço para a cultura americana em Porto Alegre. Para aprender mais e também dominar o idioma, aproveite os nossos mais variados cursos de inglês, dedicados tanto ao nível básico quanto aos níveis mais avançados.

E para facilitar o seu aprendizado, lembre-se de realizar o nosso teste de nivelamento. Dessa forma você vai saber exatamente o que precisa aprender para ficar fluente em inglês!

 

Fontes: Heitor Campos (professor de História), G1, Um Turista nas Nuvens, Brasileiras Pelo Mundo

Tags:
,
Cultural
secretaria@cultural.org.br
Sem comentários

Poste um Comentário